2022 tem número recorde de estudos científicos publicados sobre cannabis

2022 tem número recorde de estudos científicos publicados sobre cannabis

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Foto: Freepik

Texto traduzido do NORML.org

Pesquisadores em todo o mundo publicaram um recorde de mais de 4.300 artigos científicos sobre  cannabis, de acordo com os resultados de uma pesquisa por palavra-chave no site National Library of Medicine/PubMed.gov.

Isso supera o número total de pesquisas publicadas durante todo o ano de 2021, quando os cientistas publicaram mais de 4.200 estudos. Na época, esse total era o maior número de artigos específicos sobre cannabis já publicados em um único ano.

Desde 2010, os cientistas já publicaram mais de 30.000 artigos revisados ​​por pares sobre cannabis, com o número total anual de pesquisas aumentando a cada ano.

Em comparação, os pesquisadores publicaram menos de 3.000 artigos sobre a planta nos anos entre 1990 e 1999 e menos de 2.000 estudos durante a década de 1980.

O foco deve ser nos estudos já disponíveis

“Apesar das alegações de alguns de que a maconha ainda não foi submetida a uma análise científica adequada, o interesse dos cientistas em estudar a cannabis aumentou exponencialmente nos últimos anos, assim como nossa compreensão da planta, seus componentes ativos, seus mecanismos de ação e seus efeitos. Tanto para o usuário quanto para a sociedade”, disse o vice-diretor da NORML, Paul Armentano.

Ele ainda complementou que já é hora de os políticos e outros pararem de avaliar a cannabis pelas lentes “daquilo que não sabemos” e, em vez disso, começarem a se envolver em discussões baseadas em evidências sobre a cannabis e as políticas de reforma da planta baseadas no que conhecemos.

Leia também: Os 5 estudos sobre cannabis mais intrigantes de 2022

Mais pesquisas sobre o uso terapêutico

Grande parte desse aumento no interesse científico em torno da cannabis é resultado do novo foco dos pesquisadores nas atividades terapêuticas da cannabis.

Um artigo de 2018  avaliando tendências em publicações relacionadas à cannabis concluiu que o número total de publicações revisadas por pares dedicadas à cannabis medicinal aumentou nove vezes desde o ano 2000.

Ao todo, o PubMed.gov agora cita mais de 42.500 artigos científicos sobre a planta. Disponível ao público online desde 1996, o PubMed é um recurso gratuito que apoia a busca e recuperação de literatura biomédica e de ciências da vida.

Conte com a gente 

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar desde achar um médico prescritor até o processo de importação do produto. Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas