Apresentadora comenta o uso da cannabis para tratar menopausa

Apresentadora comenta o uso da cannabis para tratar menopausa

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

A jornalista brasileira relatou que utiliza a cannabis medicinal para tratar alguns sintomas da menopausa, como a insônia. Mas será que realmente funciona?

Apresentadora comenta o uso da cannabis para tratar menopausa
Foto: Reprodução/Instagram

Em entrevista à Veja, a apresentadora e jornalista Maria Cândida, de 51 anos, contou que usa cannabis medicinal como tratamento para alguns sintomas da menopausa, como a insônia

A jornalista, que passou por várias emissoras, falou sobre os desafios das mulheres depois dos 40 anos. Inclusive, acabou de lançar o livro Geração Ageless Lobas que discute as vontades, gostos, limitações e restrições relacionadas à idade.

Ao ser questionada sobre o tratamento para menopausa, ela comentou que faz reposição hormonal para aliviar os sintomas. Contudo, alguns ainda persistem como a insônia. E foi aí que entrou a cannabis medicinal. 

“Faço vários testes em mim, inclusive com o uso de cannabis medicinal para ajudar na insônia, porque a reposição hormonal, muitas vezes, não consegue eliminar ou aliviar todos os sintomas. Hoje os médicos já falam que é como se fosse disciplinar o tratamento da menopausa. Além dos exercícios físicos, há outras coisas medicinais, como os óleos, a serem usados.” Disse à Veja.

A cannabis realmente ajuda na menopausa?

Atualmente, há uma variedade de tratamentos para os sintomas da menopausa, contudo, a fama da cannabis vem crescendo por causa dos seus múltiplos efeitos terapêuticos e poucas reações adversas. 

De acordo com um estudo feito com 250 mulheres entrevistadas por pesquisadores dos EUA, 86% das pessoas que menstruam optam pela cannabis para o tratamento dos sintomas, principalmente aqueles ligados ao sono e ao humor. 

Outra pesquisa feita com mulheres cis no norte da Califórnia também mostrou que 27% delas relataram usar a cannabis como método de tratamento e 10% mostraram interesse na cannabis.

As que mais usaram foram aquelas que tinham ondas de calor e suor noturno, causadas pelas alterações hormonais.

A pesquisa foi apresentada na Reunião Anual Virtual da NAMS (Sociedade Norte-Americana de Menopausa) e trouxe um novo olhar sobre novos métodos para o tratamento da menopausa.

Consulte um profissional

É importante ressaltar que qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um profissional de saúde habilitado, que poderá te orientar de forma específica e indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar na marcação de uma consulta, dar suporte na compra do produto até no acompanhamento do tratamento. Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas