Cannabis no microscópio: estudo mostra detalhes dos tricomas

Cannabis no microscópio: estudo mostra detalhes dos tricomas

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Se a olho nu você já acha a planta da cannabis bem bonitona, olhando de pertinho você pode até se apaixonar

Um estudo publicado na revista científica de biologia The Plant Journal exibiu fotografias microscópicas dos tricomas, aqueles “pelinhos” que revestem a superfície das flores e folhas.

É nos tricomas que estão a maioria dos canabinoides responsáveis pelos efeitos psicoativos e medicinais da cannabis, além dos terpenos. 

Leia também: Tipos de maconha: Cepas, efeitos e diferenças

O objetivo do estudo, segundo os pesquisadores, era definir cada tipo de tricoma usando padrões de autofluorescência e número de células secretoras, testando seu desenvolvimento e metabolismo. O resultado é impressionante, e você pode ver abaixo.

“Estas propriedades únicas e genes altamente expressos dos tricomas de cannabis determinam as propriedades medicinais, psicoativas e sensoriais dos produtos de cannabis”, diz o resumo do estudo.

Para o trabalho, os pesquisadores usaram uma variedade de cânhamo chamada “Finola”, conhecida por sua baixa estatura e tempo de floração acelerado, o que a torna economicamente viável para fins de pesquisa.

Os cientistas dizem que apesar da “importância econômica e medicinal” dos tricomas glandulares de cannabis, suas propriedades e contribuições “permanecem pouco compreendidas”, e daí vem o intuito do estudo aprofundado.

Atenção bionerds! Tricomas com pedúnculos tem mais canabinoides

Para investigar os tricomas, os pesquisadores usaram um microscópio do tipo “multifótons”, em que um laser incita a fluorescência dos tecidos vivos nas cores vermelha e azul. 

A alta resolução das imagens revelou diferenças marcantes na morfologia interna da cavidade de armazenamento entre tricomas de cálices pedunculados (imagem “b”), sésseis (imagem “c”) e bulbosos (imagem “f”).

Se você faltou às aulas de biologia do ensino médio, a Cannalize traduz: pedúnculos são as hastes que suportam a estrutura dos tricomas, enquanto os tricomas sésseis não possuem hastes. Já os tricomas bulbosos tem um formato arredondado.

Observando as imagens, os pesquisadores concluíram que, entre os três tipos de tricomas, os pedunculados têm o maior armazenamento de canabinóides, enquanto os sésseis podem ser considerados “na verdade, tricomas pedunculados prematuros.”

Tire suas dúvidas sobre cannabis medicinal na Triagem Gratuita da Cannect!


Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas