Estatal faz acordo com empresas para a produção de cannabis medicinal

Estatal faz acordo com empresas para a produção de cannabis medicinal

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

O objetivo da estatal paranaense é produzir produtos com a planta no país para facilitar o acesso pelos brasileiros. 

Foto: Freepik

Na última sexta-feira (16), um acordo de cooperação técnica foi firmado entre quatro empresas. O objetivo? Unir forças para fabricar produtos à base de cannabis em solo nacional.

O Tecpar (Instituto de Tecnologias do Paraná) abriu um chamamento público ainda em julho de 2020, mas só agora os acordos foram firmados.

Ela vai transferir tecnologia para a produção e comercialização de produtos derivados da planta para fins medicinais para três empresas diferentes: AuraPharma, VerdeMed e PubMed, empresas que já trabalham na área da cannabis medicinal.

O laboratório da estatal também vai servir para a realização do controle de qualidade do produto acabado.

Troca de experiências

Além das empresas de cannabis, o instituto Tecpar também possui um acordo  com o Instituto de Regulação e Controle de Cannabis do Uruguai, para  a troca de experiências na área regulatória. 

Outra parceria da estatal é a Santa Casa da Misericórdia de Curitiba, para o desenvolvimento de pesquisas.

Cannabis no SUS

De acordo com a agência estadual de notícias do Paraná, o investimento em cannabis por uma estatal é uma forma de trazer soluções para atender o SUS (Sistema Único de Saúde). 

No começo de dezembro, o Projeto de Lei Nº 962/2019 foi aprovado no estado. Com 36 votos favoráveis contra quatro contrários, o Paraná pode fornecer produtos à base de cannabis para os pacientes em breve. 

Contudo, a proposta ainda precisa passar por mais algumas etapas para se tornar lei. 

Mercado de Cannabis

O mercado de produtos à base de cannabis é muito promissor. A Dr. Cannabis oferece um curso introdutório de 40 minutos para quem quer ter mais informações sobre esse setor e suas oportunidades. Custa menos de R$100. Inscreva-se aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas