Julgamento no STF sobre descriminalização de porte de drogas é adiado para 1 de junho

Julgamento no STF sobre descriminalização de porte de drogas é adiado para 1 de junho

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Adiamento aconteceu devido à demora no julgamento do ex-presidente Fernando Collor (PTB) e a Bancada Evangélica tenta atrasar o processo

Plenário do STF (Supremo Tribunal Federal). Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A última quarta-feira (24) foi marcada pela expectativa de conclusão no processo de votação pela descriminalização da posse de drogas por usuários, no STF (Supremo Tribunal Federal). 

Apesar de muita torcida, a sessão se encerrou sem que a votação acontecesse, já que o julgamento do ex-presidente Fernando Collor (PTB) ocupou todo o expediente. 

A decisão pela descriminalização foi adiada para 1 de junho, ao final da sessão, pela ministra Rosa Weber.

As expectativas para esta votação seguem altas devido ao teor de Repercussão Geral Reconhecida, o que significa que a decisão deverá impactar em todos os julgamentos do país.

Bancada evangélica tenta atrasar processo

Uma reportagem do jornal O Globo repercutindo o caso afirma que deputados que integram a Bancada Evangélica tentam atrasar a decisão do Supremo.

O texto lembra que dois ministros do STF indicados pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, Kassio Nunes Marques e André Mendonça, possam pedir vista e adiar novamente o desfecho do julgamento.

Além disso, a reportagem afirma que o Presidente da Frente Parlamentar Evangélica, o deputado Eli Borges (PL-TO) chegou a solicitar uma audiência na última quarta-feira (24) com a ministra Rosa Weber para tratar o tema, mas ela não atendeu ao pedido.

Consulte um médico 

É importante ressaltar que qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um profissional de saúde, que poderá te orientar de forma específica e indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar na marcação de uma consulta com um médico prescritor, passando pelo processo de importação do produto até o acompanhamento do tratamento. Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas