México promove reforma para venda de cannabis medicinal

México promove reforma para venda de cannabis medicinal

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Comissão de Saúde do México aprovou uma iniciativa para a reforma da Lei que permite venda de cannabis medicinal

Foto: Freepik

Traduzido de el vigia

A Comissão de Saúde do Congresso Estadual da Baixa Califórnia, no México, aprovou uma iniciativa para solicitar aos legisladores federais a reforma da Lei de Saúde que permite a venda de cannabis para fins medicinais, cuja comercialização atualmente é proibida no estado.

A proposta, que tem como inicial a deputada local María Montserrat Rodríguez Lorenzo, seria enviada ao Congresso da União, por se tratar de uma reforma de competência federal.

Leia também: Médicos generalistas e da rede pública são os maiores prescritores de cannabis medicinal em província argentina

A iniciativa solicita a garantia da disponibilidade e venda de derivados de sativa, indica e cannabis ou maconha americana, exclusivamente para fins medicinais e não para uso recreativo.

O parecer foi aprovado com quatro votos a favor e uma abstenção e deverá ser levado ao plenário para determinar sua aprovação, modificação ou rejeição.

A reforma propõe alterações nos artigos 28, 29 e 235 Bis, da Lei Geral de Saúde, para que, na Relação Nacional de Insumos de Saúde, seja contemplado o uso medicinal da cannabis e seus derivados.

Consulte um médico 

É importante ressaltar que, no Brasil, qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um médico, que poderá te orientar de forma específica e indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar na marcação de uma consulta com um médico prescritor, passando pelo processo de importação do produto até o acompanhamento do tratamento. Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas