Overdose: O que é, Causas, Sintomas, Convulsões e Tratamento

Overdose: O que é, Causas, Sintomas, Convulsões e Tratamento

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Provavelmente você já ouviu falar da overdose, resultado final do uso descontrolado e intenso de drogas e substâncias tóxicas, que pode levar a diagnósticos graves e até a morte.

Basicamente, a overdose é um conjunto de efeitos maléficos causados pelo consumo excessivo de drogas ou de medicamentos, o que pode acontecer repentinamente ou de forma lenta, a partir do uso constante dessas substâncias.

A overdose acontece quando uma dose elevada de drogas ou medicamentos é ingerida, não dando tempo para o corpo eliminar o excesso da droga antes que ela cause efeitos colaterais perigosos. 

Existem alguns sinais que podem indicar uma overdose, entre eles estão:

  • Perda de consciência;
  • Excesso de sono;
  • Confusão;
  • Respiração acelerada;
  • Vômitos;
  • Pele fria.

No entanto, esses sinais também podem variar de acordo com o tipo de droga ingerida e, por isso, pessoas que fazem uso de alguma droga devem tentar estar atualizadas sobre o  tipo de efeitos que podem surgir. 

A overdose é uma condição clínica grave e, por isso, a pessoa deve ser avaliada rapidamente por uma equipe médica de urgência, com o intuito de evitar complicações como perda das funções de órgãos, mal funcionamento do cérebro e morte.

O que fazer em caso de overdose

Apesar de muitos saberem o que é uma overdose, poucos sabem ou se lembram da forma correta de agir durante um episódio de overdose.

Em caso de overdose, especialmente quando a vítima apresenta sinais de que vai desmaiar ou está perdendo de consciência, deve-se:

  • Chamar a vítima pelo nome e tentar mantê-la acordada;
  • Ligar para a emergência para chamar uma ambulância;
  • Verificar se a pessoas está respirando;
  • Deixar a pessoa na posição mais confortável até chegada da ajuda médica;
  • Caso esteja desacordada, deixar a pessoa de lado, para que não engasgue caso precise vomitar;
  • Iniciar uma massagem cardíaca até a chegada da ajuda médica;
  • Não induzir o vômito;
  • Não oferecer bebidas ou alimentos;
  • Ficar atento à vítima até a ambulância chegar, verificando se continua respirando e se o seu estado em geral não piora.

Além dessas orientações, se possível é recomendado levar a droga suspeita de causar a overdose para a emergência, para orientar o tratamento médico de acordo com a causa do problema.

Principais Sintomas

Alguns sintomas que podem ocorrer durante uma overdose por drogas depressoras são:

  • Pupilas fechadas;
  • Batimentos cardíacos diminuídos;
  • Pontas dos dedos e lábios de cor azulada;
  • Dificuldade de respirar ou respiração fraca;
  • Espumamento pela boca ou ronco, que pode acontecer devido à possível obstrução dos pulmões;
  • Sonolência;
  • Falta de força;
  • Desorientação;
  • Desmaio sem resposta.

Quem usa opioides com indicação médica, pode possuir um kit antioverdose, com uma substância capaz de desfazer os efeitos da droga, salvando da overdose.

Drogas estimulantes

Ao contrário das substâncias depressoras, as drogas estimulantes são aquelas que causam a aceleração do sistema nervoso central, portanto, provocam euforia e excitação.

Alguns exemplos de drogas estimulantes são:

  • Cocaína;
  • Metanfetamina;
  • Crack.

Possíveis Convulsões

Quando ocorrem descargas elétricas no cérebro de forma anormal, fazendo com que os músculos reajam relaxando e descontraindo de forma desordenada.

Em decorrência da convulsão, a pessoa pode morrer de forma indireta ou direta, ou seja, se afogando com a saliva, vômito ou sangue ou por sofrer a convulsão em um local perigoso, como no volante do carro, por exemplo.

Ataque cardíaco: O uso de cocaína, por exemplo, é responsável por ¼ dos ataques cardíacos, em pessoas com menos de 45 anos.

Derrames/AVC: O abuso constante de drogas estimulantes pode causar alterações no coração, sangue e artérias colocando jovens entre as pessoas que podem sofrer derrames, coisa que há anos era considerada apenas para idosos.

Tratamentos

O tratamento é feito de acordo com o tipo de droga utilizada, a quantidade, os efeitos apresentados pela vítima de overdose e o tempo em que a droga ou mistura de drogas foi tomada.

Para eliminar o máximo de droga do organismo, os médicos podem fazer tratamentos como lavagem gástrica e intestinal, usar carvão vegetal ativado para se ligar à droga no organismo e evitar sua absorção, usar um antídoto da droga ou administrar outros medicamentos para controlar os sintomas da overdose.

 

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas