US$ 20 milhões para pesquisas acadêmicas sobre cannabis

US$ 20 milhões para pesquisas acadêmicas sobre cannabis

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Na Califórnia, nos Estados Unidos, foram contemplados dezesseis projetos de pesquisa sobre o uso medicinal e a potência da cannabis, a saúde da indústria, monopólios e concorrência desleal, além de sequenciamento genético

Departamento de Controle de Cannabis da Califórnia (DCC) anunciou a concessão de US$ 20 milhões em bolsas de pesquisa para dezesseis instituições acadêmicas.

Esses fundos apoiarão pesquisas científicas sobre o impacto da cannabis na saúde mental dos jovens, novos canabinoides, como delta-8 e delta-10 THC, e um estudo inédito do legado genético da cannabis da Califórnia, destinado a preservar a história, o valor e a diversidade das comunidades que o detêm.

“É a aspiração do Departamento que esses estudos avancem no corpo da pesquisa científica, aprofundem nossa compreensão da cannabis e ajudem no desenvolvimento contínuo e refinamento da estrutura legal”, disse Rasha Salama, vice-diretor chefe do DCC. “Esses estudos fornecerão informações valiosas sobre tópicos de interesse dos consumidores, empresas e formuladores de políticas da Califórnia, e o Departamento espera compartilhá-los assim que forem concluídos.”

Vários tipos de estudos científicos

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, desenvolverão um projeto existente financiado pelo governo federal para fornecer dados específicos da Califórnia sobre o impacto dos canabinoides na saúde mental e física durante a adolescência.

Uma equipe da California Polytechnic State University, em San Luis Obispo, estudará como as diferenças na regulamentação local podem impactar o poder de mercado, criar práticas competitivas desleais e impactar o crescimento do mercado de cannabis da Califórnia.

Vários projetos examinarão os impactos da potência da cannabis na saúde humana. Uma colaboração entre a Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e a Universidade da Califórnia em Irvine conduzirá o primeiro estudo de administração de medicamentos duplo-cego, controlado por placebo e compatível com o governo federal, avaliando os efeitos intoxicantes da planta de cannabis inalada em comparação com os concentrados inalados. Espera-se estabelecer um limite clinicamente significativo para definir concentrações altas e baixas de THC.

Sobre as nossas colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas