5 dicas para viajar com produtos à base de CBD

5 dicas para viajar com produtos à base de CBD

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

O seu tratamento com cannabis não pode ser um impeditivo para a sua viagem. Mas ainda sim, é necessário seguir algumas precauções

5 dicas para viajar com produtos à base de cannabis
Foto: Freepik

Se você começou o seu tratamento com a cannabis recentemente, mas também quer aproveitar as férias sem ser barrado no aeroporto, saiba que dá para viajar com o seu produto de CBD (canabidiol) tranquilamente. Só vai precisar tomar algumas precauções.

Não se esqueça do caso da jogadora de Basquete Brittney Griner, que ficou 10 meses presa na Rússia por posse ilegal de Maconha, depois que foi apreendida no aeroporto de Moscou com óleo de cannabis.

Felizmente a pivô conseguiu ser liberada com algumas articulações feitas pelos Estados Unidos, mas se preparar para uma viagem tranquila é fundamental para não passar por apertos como este.

  1. Leve seus documentos

Atualmente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autoriza a importação de produtos e a venda nas farmácias.

Por isso, para viagens nacionais é bem simples: basta levar o óleo, creme, gummie ou o que for, junto com a sua receita médica. No caso de produtos de CBD importados, a autorização da Anvisa também pode ser útil, para mostrar que comprou a cannabis por vias legais.

  1. Leve sempre em bagagem de mão

Embora não seja uma regra, é uma forma de mostrar de forma mais fácil, caso seja abordado. Imagine, ter que abrir aquela mala despachada enorme por causa de um frasco de CBD?

É importante também que os remédios estejam nas embalagens originais e com a bula. Nada daqueles suportes que separam cada dose por dia.

  1. E se eu for para outro país?

Para viagens ao exterior, o processo é um pouco mais complicado. Primeiro, você precisa ver as regras da cannabis medicinal no país de destino, pois cada lugar pode ser diferente. 

Mas de forma geral, para carregar medicamentos em aviões, é importante ter na bagagem de mão:

  •         Receita em inglês;
  •         Nota Fiscal;
  •         Laudos médicos;
  •         Quantidade que não exceda os 90 dias;
  •         Demais documentos que comprovem a necessidade do remédio.

Mas também lembre-se que remédios líquidos ou pastosos devem acompanhar a regra internacional de 100ml na bagagem de mão.

  1. Qual a concentração do seu óleo?

Além de conferir se o país de destino aceita ou não a entrada de produtos à base de cannabis, é importante também considerar o nível de THC (tetrahidrocanabinol). A substância é conhecida por gerar a famosa “alta” da maconha.

Embora também tenha propriedades medicinais, há países que só aceitam a entrada de produtos com teores até 0,3% da substância. Países como Canadá e Alemanha, já adotaram políticas mais liberais, mas a entrada dos produtos ainda precisam seguir regras locais.

Em Portugal e em alguns países da Europa, já é possível levar remédios à base de canabidiol na bagagem de mão desde 2019. No entanto, os medicamentos não podem passar de 0,2% de THC, por exemplo.

  1. Compre lá 

Se for ficar um tempo no país de destino, que tal comprar o produto de CBD por lá? Países como os Estados Unidos, por exemplo, vendem os produtos de cannabis categorizados como suplemento, por isso, não é tão difícil assim de achá-los. Passe em uma consulta por lá mesmo!

Caso seja um produto específico, é só lembrar que a maioria dos produtos importados vem do país norte-americano, o que fica mais fácil. 

Consulte um profissional

É importante ressaltar que qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um profissional de saúde habilitado, que poderá te orientar de forma específica e indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas sobre cannabis medicinal, além de auxiliar na marcação de uma consulta, dar suporte na compra do produto até no acompanhamento do tratamento

Só na Cannalize você poderá fazer uma triagem gratuitamente através da nossa parceira Cannect. Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas